Como plantar pitaya a partir de sementes da própria fruta

Pitaya com sorvete de flocos

Eu estava bastante ansiosa para experimentar essa fruta. Depois de ver tanta divulgação na mídia, tinha expectativas altíssimas em relação à ela. Mas para ser bem sincera, esperava mais do sabor. Pense num Kiwi, sem ser muito doce e nem muito azedo. Essa é a definição que eu daria para o sabor da pitaya. 

Paguei por duas frutas o exorbitante valor de R$20,00. Achei caro, mas queria experimentar e também fazer o cultivo para compartilhar aqui no blog, então comprei. Há alguns meses fiz um post com informações gerais sobre o cultivo.  As dicas foram da produtora Ariane lá do Espírito Santo. Para ver o post completo clique aqui. E hoje compartilho o passo-a-passo do processo de germinação desde a sementinha.

As sementes que utilizei, foram essas retiradas da própria fruta, que por sinal estava bem madura.

Pitaya

Para separar as sementes da polpa, coloquei um pedaço da fruta na peneira e lavei em água corrente. Como vocês podem ver na foto abaixo, ainda ficou um pouco de polpa, mas isso não foi um problema.

Sementes de pitaya

Fiz a semeadura logo em seguida, e enterrei de leve as sementes com o auxílio de um borrifador. Esse detalhe vocês podem conferir no vídeo no final deste post. O recipiente que usei, foi esse copinho descartável de 80 ml. Já o substrato, foi esse próprio para germinação da Carolina Padrão. Gosto muito deste substrato, porque já vem com vermiculita na composição e é bem drenável. Mas você pode usar a terra que tiver em casa.

Substrato Carolina Padrão

Para manter a temperatura mais estável, fiz uma estufa caseira com essa caixinha transparente. Mas nesse caso foi só um cuidado a mais, porque as sementes continuaram germinando mesmo depois que retirei da estufa. Para ver o post onde falo mais da estufa caseira clique aqui.

Estufa caseira para sementes

Na foto abaixo, as sementes com apenas 5 dias após a semeadura. Elas germinaram rápido e a taxa de germinação foi excelente.

Mudas de pitaya com 5 dias

Nessa outra foto as mudinhas já estão com mais de 10 dias, elas crescem bem fortes.

Mudas de pitaya com 10 dias

Pronto agora é só fazer o raleio separando as mudas mais fortes e deixá-las tomarem sol na parte da manhã. Ah e não deixe de acompanhar os Vlogs do canal onde vou mostrar a evolução das mudas.

Para ver o passo-a-passo do processo em vídeo basta apertar o play!



Continue lendo para saber mais sobre:

Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...