Aprenda a curtir e utilizar o esterco bovino!

Lavanda adubada com adubo orgânico bovino

Você sabia, que o processo de curtir o esterco é que vai torná-lo seguro para a nossa saúde?

       A maioria das pessoas que estão se iniciando no cultivo acreditam que esse processo serve unicamente para que o adubo não "queime" as raízes das plantas... Mas ele vai muito além disso. Durante o processo, o esterco chega à altas temperaturas assim como na compostagem, e é nesse momento que os microrganismos vão sendo totalmente eliminados do adubo. Então hoje você vai aprender a curti-lo e deixá-lo mais seguro para você e para a sua família!

       Quando recolhê-lo você perceberá que alguns estão mais secos, quase sem cheiro e com a cor mais acinzentada, estes estão praticamente prontos para o uso. Aqui ainda rego por quase uma semana antes de usar só para garantir. Mas quando ele está úmido, com cheiro forte e a cor viva, então é porque ainda está fresco e é preciso curti-lo bem para aplicar nas plantas.

Esterco bovino bem curtido
     
       Uma das formas de curtir o esterco é formando uma pilha no chão, molhando diariamente e revirando a cada dois ou três dias. Após 30 dias o esterco já estará pronto para uso. Depois de curtido misturo no substrato do vaso ou diretamente na terra do canteiro. Nesse caso eu revolvo um pouco a terra e misturo o adubo. Não deixe pedaços grandes, o melhor mesmo é esfarinhá-lo e misturar com a terra. O esterco úmido se "desmancha" mais facilmente.

       Uma proporção bastante usada para cultivo em vasos é de 2 partes de terra para 1 de esterco e ½ de areia. Isso para terra muito argilosa. Já no canteiro, a proporção é de 10 l de esterco para cada m2 de terra, é preciso revolver a terra à uma profundidade de 20 à 30 cm antes de agregar o esterco.

       Outra forma de utilizar o esterco depois de curti-lo, é colocá-lo num recipiente com água por 10 dias. A proporção é de 1 k de esterco para 10 l de água. Esse líquido do molho pode novamente ser diluído em 10 partes de água e usado para regar as plantas. 100 g de esterco rendem 10 l de adubo líquido. Não gostei muito de usá-lo assim por causa do cheiro forte.
       
       A quantidade que usei nas regas é de mais ou menos meio copo para os vasos pequenos e até 1 l para as espécies que estão no canteiro. A parte sólida que sobra também pode ser incorporada à terra.

Horta adubada com adubo orgânico bovino
      
       Outra opção para curtir o esterco é colocá-lo direto na composteira ou minhocário. O processo de digestão das minhocas vai torná-lo além de seguro ainda mais nutritivo para as plantas.

Continue lendo para saber mais sobre:


Siga o Jardinet nas redes sociais e fique por dentro das novidades com várias dicas de cultivo!

Gostou das dicas? Então compartilhe este post com seus amigos e ajude na preservação da natureza!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...